Como se virar sem inglês (e outros idiomas para viajar)

Como se virar sem inglês (e outros idiomas) nas viagens. She Trips e Michele na Estrada

Como se virar sem inglês nas viagens

Como se virar sem inglês (e outros idiomas) nas viagens

Desde que eu comecei a viajar sozinha, tive uma vantagem: como se virar sem inglês não era uma preocupação para mim. Olhando para trás, eu posso confirmar que parte da minha confiança para viajar sozinha estava no simples fato de que eu poderia me comunicar quando necessário. 

Essa confiança, com o tempo foi se tornando experiência, o que trouxe ainda mais confiança para as seguintes viagens mais elaboradas, com destino menos badalados ou até menos acessíveis no quesito comunicação. Eu devo muito da minha experiência de viagem à minha facilidade de comunicação em outros idiomas. 

Mas e então, e quem não teve o mesmo acesso fica como? Não viaja?  Quando saber que estamos prontas o suficiente para nos virarmos em uma viagem internacional? Como se virar sem inglês (e outros idiomas) nas viagens?

A convidada para este artigo, @Michelenaestrada, conta um pouco sobre como foi se arriscar por 20 países e um ano sabático na Europa e norte da África sem ter dominado nenhum outro idioma além do Português. Fica de olho, que tem muita dica útil para te ajudar a organizar sua próxima viagem sem depender de ninguém além de você mesma.

Como se virar sem inglês (e outros idiomas) nas viagens

No Brasil, menos de 3% da população fala inglês fluente, porém nos últimos dois anos, as viagens para o exterior aumentaram em 270% (dados: IPK International)O que quer dizer que essas pessoas descobriram como se virar sem inglês (e outros idiomas) nas viagens.

Eu fui uma dessas pessoas, que saíram do Brasil sem falar inglês ou qualquer outro idioma, apenas o português e aprendeu como se virar sem inglês. A primeira vez, foi em um mochilão em 2017, indo para a Itália e França. Eu sabia o básico do inglês que se aprende na escola.

A segunda vez foi em 2019, quando fui morar na Irlanda, em um intercâmbio, onde o desafio foi ainda maior porque eu continuava sem inglês e dessa vez, precisava arrumar moradia, emprego e montar uma vida durante 8 meses naquele país onde eu sequer entendia o que eles falavam.

Arrumei moradia no meu primeiro dia em Dublin, arranjei emprego com 14 dias… Tudo isso com o inglês básico, usando as técnicas e os macetes de como se virar sem inglês que vou apresentar aqui para você também realizar o seu sonho de viajar para o exterior, mesmo sem dominar outros idiomas. 

Adiantando a conclusão: Sim, é possível!

Como se virar sem inglês (e outros idiomas) nas viagens. She Trips e Michele na Estrada

Como se virar sem inglês nas viagens (e outros idiomas)

1. Use o que você tem

Mesmo que você tenha apenas o verb to be ensinado na escola, treine ele antes de viajar. Assista filmes, escute música, leia livros, converse consigo mesma no espelho em inglês, para aprimorar o que você já tem. Não importa que seja pouco, treinar o que você já sabe te fará perder a vergonha de usar o que tem, e mesmo que sejam palavras soltas, elas te ajudarão a entender pelo menos o contexto das conversas. Saber pouco ainda é melhor do que não saber nada!

Como se virar sem inglês (e outros idiomas) nas viagens. She Trips e Michele na Estrada

2. Use a tecnologia a seu favor

Hoje, temos vários aplicativos que ajudam você a se virar mesmo sem dominar o inglês. Alguns meses antes do embarque, baixe o aplicativo Duolingo, ele te ensina através de jogos a desenvolver o inglês (e mais vários idiomas) desde o básico. Durante a viagem, você pode utilizar o Google Tradutor, ele pode te ajudar traduzindo perguntas ou falas básicas. Não se esqueça de baixar a versão offline caso esteja sem internet.

3. Seja cara de pau

Sei que encarar um país onde não se fala o idioma não é fácil, bate aquela vergonha de errar, ou de não ser entendida, mas me lembrar que eu não conhecia ninguém naquele lugar, que o julgamento daquelas pessoas não importava, e que eu teria experiência e história para contar, me fez perder a vergonha de me virar com o que eu tinha. 

Uma tática que me ajudou muito em Dublin foi: antes de chegar na pessoa com quem eu precisava conversar ou perguntar algo, eu formulava a primeira frase na minha cabeça para dizer a pessoa, isso passava uma boa primeira impressão e ajudava a prosseguir com a conversa.

4. Mande a real

Uma das primeiras frases que eu decorei em inglês foi: “Sorry, but I don’t speak English very well” (Desculpe, mas o eu não falo inglês muito bem). Ser sincera sobre o idioma por várias vezes gerou empatia e paciência na pessoa com quem eu conversava. Algumas, em seguida passavam a falar mais devagar, outras escreviam no Google Tradutor, tudo para me ajudar na comunicação. Se aquela pessoa não tiver paciência com você, tudo bem, procure outra pessoa que queira te ajudar.

5. Memorize expressões básicas

Pegue expressões básicas e tente memorizá-las até o dia da viagem. Frases que você usa no cotidiano e que podem ser úteis. Anote-as se precisar e caso não consiga pronunciá-las, mostre o papel para a pessoa para quem você está perguntando.

Lembre-se: falar não é a única forma de comunicação. Mímica, gestos, calculadora, bilhete, papel, tudo isso são maneiras alternativas de comunicação, caso a fala não dê certo. Comunicação é uma das nossas necessidades mais básicas, faça tudo o que puder para viabilizá-la!

Você pode se interessar: Aluguel de carros no mundo todo com assistência em Português

Como se virar sem inglês e outros idiomas para viajar: Conclusão

Não é pela falta de idioma que você deve deixar seu plano de lado. Muitas vezes, nos cobramos mais do que deveríamos, mas isso não deveria te impedir de planejar sua viagem.

Comecar por algum ligar, mesmo que pouco

Agora que você já sabe como se virar sem inglês ou outros idiomas para viajar, bora começar a programar aquela viagem dos sonhos? O Manual da Viajante Solo está disponível na Amazon.com e aborda esse e vários outros assuntos, desde o preparo emocional, planejamento financeiro das viagens até a escolha da hospedagem ideal para tornar seu sonho de viajar realizar!

Como se preparar para a primeira viagem solo?

A primeira dica do manual: Viajar não é assim tão fácil para uma mulher indo sozinha. Há tantos alertas que ficamos com a impressão que vai dar tudo errado. 

E sim, existem várias formas de errar. Pudera sabermos antes todas as formas de nos blindarmos de todo esse risco. 

Foi por isso que unimos nossas experiências e lições nesse manual,  antecipamos os riscos pra você evitar na viagem solo e a aproveitar ao máximo.

Se você está cansada de garimpar informações sem conseguir resultado que ajude de verdade, esse livro é pra você.

Conheça mais destinos para viajar sozinha

Viagens & COVID-19. Como sobreviver com restrições para viajar.

Um guia prático para a Ilha de Páscoa

Viajar barato pela Sérvia

É seguro viajar sozinha para a Jordânia?

Viajar barato em Paris

O que levar na mochila para viajar sozinha

Como é a realidade num campo de refugiados na Palestina

Dublin Brazilian Girl no english how to travel

Você pode se interessar: Seguro internacional de viagens com a World Nomads:

Todo o conteúdo deste espaço foi irreverentemente produzido por uma gar♀ta